O Melhor do SPFW Inverno 2014

spfw-inverno-2014Wow! Desde a temporada do Verão 2013 do SPFW eu não escrevo mais nada sobre moda! A turma nova que esta acessando meu blog talvez não saiba, vira e mexe eu trabalho ou sou convidado para algum desfile da semana de moda mais importante do Brasil, o SPFW.

Nesse post vou fazer um apanhado do que mais gostei dos desfiles e espero a opinião de vocês, sei que tem uma turma que esta super plugada nas tendências e que curti moda. Então vamos lá! No primeiro dia de SPFW tivemos os desfiles das seguintes marcas: AnimaleUMA Raquel Davidowicz, Tufi Duek, Osklen.

Mesmo a UMA usando em sua cartela de cores o azul royal (cor que sou apaixonado), e mostrou um desfile com dançarinos em vez de modelos, a melhor coleção do primeiro dia foi o da Animale. Priscilla Darol fez bom uso dos tons escuros, como vinho, preto, musgo… E mesmo utilizando as lãs como protagonistas, as clientes da marcam vão se sentir sexy com as desconstrução das peças que vieram corroídas sobre tule, deixando um pouco de transparência.

spfw-inverno-2014-Animale

No segundo dia tivemos o desfiles de: Alexandre Herchcovitch (fem), AcquastudioFernanda YamamotoVitorino CamposJuliana Jabour.
Mesmo retornando em suas origens e apresentando o oposto do que todo mundo esta fazendo, resgatando a verdadeira ideia do inverno, moletons confortáveis e maleáveis, Jabour fez o #2 melhor desfile da noite. Em #1 ficou as formas secas do pós-guerra desenhada por Esther Bauman para Acquastudio. Formas, alfaiataria em tecidos encorpados, tudo muito bem trabalho. Mágica para os olhos!

spfw-inverno-2014-Acquastudio

O terceiro dia trouxe um time de peso: FH Fause HatenEllus, João PimentaForumTritonCavalera. Tirando o desfile do Fause Haten, todos os outros foram primorosos e foi difícil escolher o melhor do dia. Mas escolhi o aprimoramento que João Pimenta vêm dando ao seu trabalho, sua continua busca pelos homens reais. Acompanho suas criações desde seu desfile de estreia na Casa De Criadores. Usaria fácil essa calça xadrez em meu dia a dia! 😉

spfw-inverno-2014-João-Pimenta

No quarto dia tivemos os desfiles de: Pedro Lourenço, Pat Pat’sGloria CoelhoRonaldo FragaPatricia MottaLino VillaventuraColcci. Não ouvi nada ruim nesse dia, apenas públicos e propostas diferentes. Mas o desfile mais esperado do dia foi o da ColcciGisele Bündchen estava entre nós! A label chamou atenção com os looks esportivos: jogging, short boxer, saia de skatista, bomber, coletão e a parca e padronagens masculinas, nada retro, tudo sofisticado.
Tenho que fazer uma resalva: Pedro Lourenço e Gloria Coelho, detonaram!

spfw-inverno-2014-colcci

No #5 e último dia de SPFW os veteranos fizeram as honrarias: Reinaldo LourençoAmapôTêca por Hêlo RochaAlexandre Herchcovitch (masc), Samuel Cirnansck. Não posso escolher um só! Reinaldo Lourenço é de uma finesse e de um cuidado que enche os olhos dos homens que vê e das mulheres que usam. ❝ Atitude e estilo das mulheres francesas ❞ define sobre uma coleção que trabalha os contrastes das peças. Brilho versus fosco, micro versus máxi. Perfeito!

spfw-inverno-2014-Reinaldo-Lourenço

Alexandre Herchcovitch pegou a responsa do meio termo entre o modernismo extremo de João Pimenta e o streetwear de passarela da Cavalera, Ellus, Triton e Colcci.

spfw-inverno-2014-Alexandre-Herchcovitch

Hora das mulheres fecharem a noite com os belos longos, o brilho e o glamour que só Samuel Cirnansck sabe fazer. Para atender um público novo, os vestidos curtos e justos são o ❝ Must Have ❞ da coleção.

spfw-inverno-2014-Samuel-Cirnansck

Fotos: Charles Naseh | Chic

SPFW Verão 2013 – Dia 4

O dia começou cinzento nesse 4º dia de SPFW, o oposto do que as coleções de verão estão mostrando. E para abrir esse dia ninguém melhor que Dudu Bertolini e Rita Comparato pela Neon. Toda irreverência da marca, suas estampas, lenços, caftãs e xales estão presente. O tema desse verão é o Gypsetters e a label apresentou sua coleção em céu aberto no próprio parque do Ibirapuera.

Continuo sempre sem palavras para João Pimenta, desde suas coleções apresentadas na Casa De Criadores. O tema desse verão é a Folia de Reis, festa religiosa portuguesa. João deixou de lado um pouco as saias masculinas (têm um ou outra) e investiu na alfaiataria seca e justa ao corpo. Coleção bem amarrada, um salva para ele novamente.

Juliana Jabour cresceu, diversificou sua marca e apresentou uma coleção totalmente urbana com looks mais curtos e que aparecem em tecidos variados.

O mais minimalista e tecnológico dos estilistas a desfilar no SPFW, o curitibano Jefferson Kulig quer, no verão 2013, aquecer seus sempre gelados looks com camadas de tecidos de texturas diferentes…” fonte: Chic.com.br

A marca que mais vende dentro do SPFW, a Colcci, chega nesse verão com mais tendências. Uma delas a Collage (se liga pois você vai ouvir muito sobre), o fluo, tons pastel, cropped tops, estampados, plastificados, tachas, paisley e gravatarias, transparências, esta tudo lá!

A Osklen resolveu relaxar nessa coleção de verão. As peças que parecem feitas de palha trançada são na verdade confeccionadas em tear artesanal de seda. O resto da coleção esta bastante primorosa e ricas de detalhes. Primeira vez que gosto de todos os looks da coleção da Osklen, fecharam o 4º dia com chave de ouro.

Fotos: Charles Naseh | Chic

SPFW Inverno 2012 – Dia 5

O penúltimo dia de desfile foi aberto pela gloriosa Gloria Coelho, que teve como inspiração o neutrinos, os vulcões e os anos 30, 50, 60 e 90. Podemos perceber uma “reciclagem” de algumas peças nessa nova coleção: roupas em pétalas de organza, os jabôs, as jaquetinhas e as calças bicolores, as mangas pelerine, os longos em pastilhas de cetim. Mas o mimo dessa temporada são os sapatos coloridos: Ankle Boots e Mary-Jane.

Danielle Jensen estilista da Maria Bonita, apresentou uma coleção inspirada nas terras e cores do Brasil. Teve como materia-prima o tricô escovado, redes de canutilhos, franjas de látex e lã. Pecou apenas na cartela de cores e no shape dos looks, muito largos.

UMA Raquel Davidowicz esta de volta ao SPFW, sua última coleção apresentada foi a de Verão 2010. A label marcou presença no Minas Trend Preview (business meeting em Belo Horizonte) e apresentou o mesmo show no SPFW, talvez pecou aí! O alvo de Minas não é o mesmo de São Paulo, a proposta destou um pouco. O inicio da coleção parecia ter sido criada para os “mosteiros” e “conventos” de Belo Horizonte. Quase uma coleção de época, Feudalismo, lembra? A coleção foi ganhando forma no decorrer do catwalk.

Novamente tiro o chapéu para o mineiro João Pimenta, desde Casa de Criadores que acompanho suas criações e essa sem sombra de dúvida foi a melhor já feita. Inspirado na imagem surreal dos Steampunks, tribo que mistura o passado estético do século 19 com um futuro idealizado, homem nesse inverno vai estar elegante com coletes de jacquard e alfaiataria clássica.

Lino Villaventura deu um show no penúltimo dia de SPFW. Apresentou um desfile com temática dark, um pouco medieval de reis e rainhas. Muita sobreposição e bastante transparência. Toda vez que vejo qualquer desfile de Lino eu mantenho a mente aberta e tento viajar no mundo que ele, com maestria. Nessa coleção eu me senti no filme “Mirror Mirror” que nem foi lançado ainda. Coleção poderosa, uma das melhores em minha opinião.

Fotos: Charles Naseh | Chic