The Weekend Playlist

Love MusicSe eu fosse convidado para ser DJ de uma balada ou festa, tenho certeza que ninguém ficaria parado (olha como sou modesto?!). Se tem uma coisa que gosto muito e estou o tempo todo ouvindo é música!

Não sou tão antenado nos últimos lançamentos mundiais mas tento sempre estar atualizado. Mas vamos falar a verdade, a música quando tem potencial para virar HIT na pista de dança, ela pode vir de qualquer do mundo que rapidamente a gente fica sabendo e dançando, não é?!

Enfim, vamos ao que interessa… A seguir a minha seleção de música para animar o fim de semana! Espero que gostem.

_Jennifer Lopez – Live It Up (feat. Pit Bull) ♫♪

_Nicki Minaj – Whip It ♫♪

_Jessie J. – Wild (feat. Big Seasn & Dizzee Rascal) ♫♪

_Kylie Minogue – Skirt ♫♪

_Beyoncé – Grown Woman ♫♪

Madonna – MDNA

A rainha do pop Madonna, voltou com força total! Mesmo não fazendo nenhuma promoção de divulgação de seu novo álbum, MDNA liderou o primeiro lugar em mais de 40 países ao redor do mundo inclusive o Brasil. MDNA é um sucesso e o mesmo podemos dizer de sua nova tour, sould out em algumas cidades e que passa pelo Brasil no final de 2012. Mas vamos falar do novo álbum, o que achei de MDNA?

Madonna – MDNA: Muitos falaram que era uma junção de Ray Of Light com Confessions On A Dancefloor, outros disseram que era um resgate dos anos 80. O álbum têm sua própria identidade, POP como esperávamos, mas lembra muito vagamente os dois álbuns citados. Vejo muito de seu antecessor, Hard Candy, em MDNA.

*Girl Gone Wild: Viciante e incendeia qualquer pista de dança. A faixa abre o álbum mostrando uma Madonna selvagem e sem pudores. O clipe totalmente dançante mostra facetes de seus anos dourados, como: Vogue, Human Nature e Justify My Love.

*Gang Bang: A queridinha da maioria! Não me simpatizei de inicio pela música, lembra um pouco a versão remix de What Feels Like For A Girl e se for feito um clipe para essa faixa, com certeza sera sua continuação. Na pista de dança a faixa soa bem (aos meus ouvidos, claro).

*I’m Addicted: Fazendo um trocadilho com a droga MDMA na letra da música, a faixa é viciante como diz o título: “Estou Viciado“. Quem curte Kylie Minogue vai se identificar com a faixa. Uma das melhores e mais dançantes do álbum.

*Turn Up The Radio: Eleita pelos fãs o novo hit de MDNA, a faixa se for bem trabalhada pode ser o próximo n#01 da rainha. Vibrante e contagiante… Apenas aumente o rádio!

*Give Me All Your Luvin’: O primeiro single de MDNA é a faixa que menos se encaixa no álbum. Pop chiclete e bem juvenil a música não agradou muitos de inicio, na minha opinião ela não tem força para ser um single de estréia mas dancei bastante na pista de dança.

*Some Girls: A faixa que menos gostei em MDNA. Madonna abusou do vocorder.

*Superstar: Outra faixa que achei desnecessária no álbum, deveria ter sido colocada nos extras da versão Deluxe e subirr *Best Friend que é superior anos luz!

*I Don’t Give A: Uma das minhas preferidas! Com certeza essa música foi feita para Guy Ritchie, seu ex-marido. Sem sombra de dúvida seria um ótimo single… “Só há uma rainha, e essa é Madonna. Bitch!“.

*I’m Sinner: Totalmente Beautiful Stranger… A guitarra eletrônica de William Orbit se repete novamente.

*Love Spent: A faixa mais romântica de MDNA, a introdução com som de banjo faz lembrar um pouco de Miles Away. Sem sombra de dúvida vai ser uma das melhores canções da nova tour.

*Masterpiece: A balada que faz parte do filme W.E (dirigido por Madonna) e que ganhou o Globo de Ouro como melhor canção, é mais uma colaboração de Madonna e William Orbit. A faixa é linda mas não combina nada com a vibe do álbum. A voz doce de Madonna torna a canção de fato uma obra-prima, perfeita.

*Falling Free: A faixa que mais lembra o álbum Ray Of Light, bem parecida e chatinha como Mer Girl.

A versão Deluxe contém um CD extra com as seguintes faixas: Beautiful Killer; I F**Ked Up; B-Day Song; Best Friend; Give Me All Your Luvin’ (Party Rock Remix). Entre canções autobiográficas a que nem merecia ver a luz do dia seria a faixa B-Day Song que mais parece um b-side de algum álbum antigo, todas as outras faixa têm potencial para estar na versão Standard e poderiam ser um single fácil. Minha nota para o álbum não é ruim… Madonna poderia ter vindo com força maior, mas como sua intenção é fazer as pessoas dançarem e se divertir, o álbum faz juz ao seu proposito. Nota 8,5 cai bem. rs

Jukebox… O Que Estou Ouvindo No Momento

Uma das coisas que mais amo nessa vida, música, foi alimentado da forma mais eclética possível nesse Natal… De Adele à Jesse McCartney! Nessa época do ano as gravadoras para alavanca as vendas disparam um monte de lançamentos, fico com pena do meu bolso! rs

Adele – Live at the Royal Albert Hall: Não tem como não se apaixonar por esse show. Muitas das vezes que ouço suas músicas fico um pouco deprimido, por “N” motivos, mas o som de sua voz é viciante, impossível ficar sem ouvir. Mesmo tendo uma força dramática em suas canções, todas elas trazem à tona um misto de emoções.
São os tipos de músicas que você diz “Essa ela escreveu exclusivamente para mim“. Nesse caso, a minha seria “I Can’t Make You Love Me“.

Laura Pausini – Inedito: São poucas as cantoras que eu sinto cantar com paixão de verdade. Muitas adoram mostrar a potência vocal, mas essa italiana canta com a alma.
Depois de 2 anos afastada eis que lança um álbum inédito, chamado de “Inedito“.
Gosto bastante de “Non Ho Mai Smesso“, “Nel Primo Sguardo” que ganhou uma versão em português, “No Primeiro Olhar”  e “Come Vivi Senza Me“.

Rihanna – Talk That Talk: Essa garota não para! Um lançamento atras do outro, e o melhor que são músicas maravilhosas, todas feitas para dançar até as mais lentinhas.
Where Have You Been” espero que seja uma das próximas músicas que eu dance na balada, pois essa é f*&%! (detalha que a música possui apenas um verso e um refrão).
We Found Love” é a música do momento. Gostei das batidas de “Talk That Talk“, “Roc Me Out” e “Watch N’ Learn“.

Jesse McCartney – Have It All: Só fiquei sabendo que o garoto é ator quando “googlei” o nome dele no site de busca.
Para quem gosta de “Pop” de verdade esse álbum é um prato cheio.
Lembra um pouco o Justin Timberlake na fase N’Sync. Gostei das faixas “Club Hop“, “I Think She Likes Me“, “Tonight Is Your Night” e “Mrs. Mistake“.

Kylie Minogue – Aphrodite Les Folies (Live In London): Kylie é Kylie… Um dos melhores shows de sua carreira! Ela sempre surpreende, não tem como piscar os olhos quando ela esta em cena.
Coreografia, figurino, cenário, dançarinos, tudo impecável. “In My Arms” é mágica para os olhos, e o ponto alto do show não deixa de ser um cover da banda Eurythmics, “There Must Be An Angel“. O climax fica à cargo dos efeitos visuais e da fonte de água humana na canção “All The Lovers“.